21/09/2021

TOMATE/CEPEA: Rentabilidade é positiva pelo 3° mês consecutivo

Primeira parte da safra de inverno se desacelera

Por Felipe Wohnrath, Luana Chiminasso e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Rentabilidade é positiva pelo 3° mês consecutivoVer fotos

Piracicaba, 21 – De julho a setembro, a rentabilidade do tomaticultor tem sido positiva. Na média parcial deste mês (1° a 21/09), os preços do tomate estão em R$ 57,42 (ponderados por classificação), alta de 25% frente a agosto e 90% acima dos custos de produção.

O aumento na cotação do produto se dá pela baixa oferta nas roças, dado que a primeira parte da safra de inverno vem se desacelerando, sobretudo em setembro – período em que Araguari (MG) e Venda Nova do Imigrante (ES) devem colher 50% a menos do que no mês passado –, enquanto a segunda parte ainda se inicia lentamente em Paty do Alferes (RJ) e com atraso nas primeiras lavouras do Sul de Minas (devido às perdas decorrentes das geadas de julho). O menor volume também é resultado da redução de área cultivada.

Além disso, outro fator que contribuiu para o aumento dos preços neste mês foi a paralisação dos caminhoneiros, ocorrida após o feriado nacional do dia 07 de setembro. Isso porque os atacados, que já estavam desabastecidos por conta do feriado, tiveram problemas para repor o estoque, devido à menor oferta de fretes disponíveis. Este cenário, por sua vez, impulsionou os valores do tomate naquele período – situação que se normalizou com o passar dos dias.

Por fim, as altas nas cotações só não são maiores por conta do calor, que está mais intenso em relação aos meses anteriores e tem acelerado os índices de maturação do fruto em todas as praças. Para outubro, a 2ª parte de inverno deve ganhar força e está prevista a colheita das primeiras lavouras de verão, fatores que devem elevar novamente a oferta – a qual, vale destacar, ainda é mais restrita frente à de 2020, em decorrência das reduções de área. Assim, a caixa deve continuar sendo comercializada a patamares acima dos custos de produção.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, colheita da safra de inverno de tomate, cotação da caixa de tomate, custos de produção de tomate, HF Brasil, oferta de tomate, oferta de tomate em setembro, preços de tomate, rentabilidade, volume de tomate

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui