05/05/2020

MAÇÃ/CEPEA: Em meio às incertezas, preço sobe no 1º quadrimestre

Gala graúda Cat 1 se valoriza 24% na média das regiões classificadoras

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Em parceria com
UPL
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Em meio às incertezas, preço sobe no 1º quadrimestreVer fotos

Piracicaba, 05 – Com atraso na colheita e redução no volume da safra 2019/20, a oferta de maçãs brasileiras esteve menor no primeiro quadrimestre deste ano, resultando na valorização da fruta. Destaca-se que o aumento de preço ocorreu principalmente para as graúdas, que estão em menor concentração nesta campanha, uma vez que o clima seco durante o período de "enchimento" refletiu na maior participação de miúdas – perfil cujas cotações se elevaram de forma mais contida.

Assim, enquanto o preço da gala calibre 110 Cat 1 foi de R$ 84,92/cx de 18 kg na média das regiões classificadoras entre janeiro e abril, valor 24% superior ao do mesmo período do ano passado, a gala calibre 165 Cat 3 foi vendida por R$ 43,24/cx, alta de apenas 7% na mesma comparação. Além da maior disponibilidade de miúdas, o ocorrido também é resultado da demanda impactada pela pandemia da covid-19, especialmente a partir do calibre 180, devido à paralisação das atividades em escolas, cozinhas industriais, restaurantes e afins.

Para os próximos meses, a formação de preços da maçã nacional continua envolta por incertezas. Ainda não se sabe, ao certo, como ficará a demanda e, com o maior controle dos estoques no período de quarentena, alguns calibres (principalmente os miúdos) deverão ter bons volumes. Vale lembrar que, em anos típicos, a tendência era de valorização da fruta no segundo semestre, devido à menor oferta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: aumento nos preços da maçã, Cepea, covid-19, Maçã, oferta de maçã em 2019/20, perspectivas para o mercado de maçã, produção de maçã

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui