05/04/2021

ALFACE/CEPEA: Agravamento da pandemia impacta saída de folhosas em março

Oferta controlada e demanda de supermercados e feiras atenuam quedas dos preços

Por João Diogo e Marina Marangon
Em parceria com
LS Tractor
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Agravamento da pandemia impacta saída de folhosas em marçoVer fotos

Piracicaba, 05 – Com o agravamento da pandemia de covid-19 no Brasil e a recente adoção de novas medidas restritivas, ainda mais severas que em 2020, o escoamento de alface tem sido prejudicado nas roças e nos atacados do País desde o fim de março. Por outro lado, a demanda de mercados e feiras sustentou as vendas no mês passado, impedindo maiores quedas nos níveis de consumo.

Além disso, a oferta controlada, devido ao clima – chuvas de granizo em Mogi das Cruzes (SP) geraram perdas nas lavouras na segunda quinzena de março (15 a 26/03) –, também contribuiu para a estabilidade das cotações. Assim, houve certo equilíbrio entre a disponibilidade e a saída de produtos. Tal cenário fez com que os valores, nesta região, passassem por leves reajustes: a variedade crespa finalizou o mês à média de R$ 1,09/unidade, praticamente estável (+ 0,93%) em relação a fevereiro.

Por outro lado, na Ceagesp, colaboradores do Hortifruti/Cepea relataram forte redução no movimento. A diminuição de pedidos esteve mais expressiva em março e a crespa fechou a R$ 0,83/unidade, valor 16,4% menor quando comparado ao mês anterior.

Já em Teresópolis (RJ), na mesma comparação, a crespa registrou média de R$ 0,54/unidade, com decréscimo de 5,26%. O recuo pode ser atribuído à diminuição no número de carregamentos para os estados de Minas Gerais e São Paulo, que auxiliavam na saída das alfaces fluminenses, e à menor frequência de ida às compras por parte da população, que prejudicou a procura por perecíveis na região.

PERSPECTIVAS – Para o mês de abril, o fim do verão deve refletir em reduções na área de plantio e, consequentemente, na comercialização de bandejas de mudas. Mesmo com o cenário desfavorável à saída do produto, devido ao agravamento da pandemia, a retomada do auxílio emergencial pode favorecer o consumo de folhosas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, Cepea, comercialização de alface, cotação de alface, demanda por alface, folhosas, HF Brasil, oferta de alface, pandemia, preços de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui