12/05/2020

MELANCIA/CEPEA: Oferta deve ser limitada em maio

Safrinha paulista se aproxima do fim e colheita em GO tem ritmo lento

Por João Pedro Motta de Paiva e Fernanda Geraldini Palmieri
Em parceria com
Bayer
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Oferta deve ser limitada em maioVer fotos

Piracicaba, 12 – A colheita das melancias da safrinha paulista está se encerrando em Itápolis (SP), não devendo ultrapassar a próxima semana. Enquanto isso, apesar do início mais pronunciado das atividades em Uruana (GO), o volume colhido em maio deve seguir baixo na praça goiana.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a oferta reduzida em GO é decorrente do clima chuvoso entre março e abril – resultando em menores produtividades – e do plantio limitado nestes meses, não só pelas precipitações, mas também pelas incertezas quanto à demanda durante a pandemia de coronavírus. Ainda pesou negativamente sobre os investimentos a significativa alta nos custos de produção deste ano.

De acordo com agentes, mesmo com a menor disponibilidade de frutas, o volume será suficiente para atender ao mercado, já que a demanda tem sido oscilante. É importante lembrar que, em maio, além dos impactos do isolamento social, a previsão de queda nas temperaturas no Sul e Sudeste do País tende a limitar a demanda pela fruta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, colheita de melancia, demanda, efeitos do coronavírus, finalização da safrinha paulista de melancia, mercado de melancia, oferta de melancia em maio, perspectivas, volume de melancia

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui