18/10/2019

MANGA/CEPEA: Mercado reage no NE

Comercialização é melhor a nível doméstico e externo

Por Laís Marcomini e Fernanda Geraldini Palmieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Mercado reage no NEVer fotos

Piracicaba, 18 - As cotações da manga no Vale do São Francisco (PE/BA) se mostram melhores nesta semana (14 a 18/10). De acordo com agentes do setor, a leve recuperação se deu por conta da comercialização mais dinâmica a nível doméstico, junto a um maior escoamento de frutas para o mercado externo. Em Livramento de Nossa Senhora (BA), também se observou reação no consumo, beneficiando as cotações. Ainda que não esteja ideal, o cenário já foi motivo de alívio para aqueles que contavam com elevados volumes em estoque.

Nesta semana, os preços da manga palmer ficaram em R$ 1,20/kg (Vale) e R$ 0,92/kg (Livramento), e a tommy teve média de R$ 1,06/kg  e R$ 0,85/kg nas mesmas praças, respectivamente.

De modo geral, os atrasos da safra paulista (prevista para se intensificar apenas em novembro e dezembro) podem beneficiar as praças nordestinas, uma vez que ainda não aumentará a disponibilidade a nível nacional; além disso, a manga mineira também não se encontra com oferta muito grande, e algumas fazendas estão caminhando para o encerramento de suas atividades.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, demanda, exportação, juazeiro, livramento de nossa senhora, manga, mercado interno, oferta, palmer, Petrolina, preço, tommy, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui