26/03/2021

MAMÃO/CEPEA: Vendas não têm sido favoráveis

Formosa se desvaloriza

Por Wharlhey de Cássia Nunes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Vendas não têm sido favoráveisVer fotos

Piracicaba, 26 - Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, o volume disponível de mamão formosa está limitado nas principais regiões produtoras, sendo sua oferta ainda mais baixa do que a do havaí. Mesmo assim, os preços da variedade caíram nesta semana (22 a 26/03), já que as vendas não têm sido favoráveis diante da economia enfraquecida e dos entraves da covid-19, que estão afetando sobretudo o comércio de perecíveis não essenciais.

No Norte do Espírito Santo, o formosa foi cotado a R$ 1,89/kg, recuo de 18% em relação à semana passada. No Sul da Bahia, a queda foi parecida, de 21% na mesma comparação, registrando média de R$ 1,84/kg. Destaca-se que os preços do formosa foram recuando no passar dos dias e podem seguir essa tendência até a próxima semana devido ao fim de mês e à permanência das restrições – em SP, por exemplo, a fase emergencial foi prolongada para até o dia 11/04.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, covid-19, demanda enfraquecida, desvalorização, HF Brasil, mamão formosa, Norte do Espírito Santo, oferta controlada, preço de mamão, sul da bahia

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui