31/07/2020

MAÇÃ/CEPEA: Vendas esfriam com o fim de mês

Classificadoras controlam estoque no período

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Vendas esfriam com o fim de mêsVer fotos

Piracicaba, 31 - A redução no poder de compra do consumidor, comum no fim de mês, fez com que a demanda por maçãs recuasse nesta semana (27 a 31/07). Como consequência, o volume comercializado pelas classificadoras do Sul também se reduziu.

Contudo, isso resultou em pouco impacto nos preços, já que os estoques foram controlados por boa parte das empresas, que optaram por reduzir o ritmo de classificação e embalagem da fruta. Agentes relataram que, diante dos patamares atuais das cotações e da baixa oferta nacional, tem sido mais vantajoso “segurar” a oferta do que baixar os preços para facilitar o escoamento.

Houve maiores dificuldades nas vendas das graúdas, especialmente a Cat 1, por conta do preço elevado. A fuji calibre 110 Cat 1, por exemplo, foi vendida a R$ 101,10/ cx de 18 kg na média das regiões classificadoras, valor 2% menor ao observado na semana passada. Para os próximos dias, agentes esperam que o início de mês torne a aquecer a procura por maçãs.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, controle do estoque, fim de mês, HF Brasil, preço de maçã, queda de preço, recuo da demanda, regiões classificadoras

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui