25/10/2018

CEBOLA/CEPEA: Safra paulista fecha no vermelho

Colheita se encerra nesta segunda quinzena de outubro

Por Andrea Cimino e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Safra paulista fecha no vermelhoVer fotos

Piracicaba, 25 – A colheita de cebola na região de Monte Alto e São José do Rio Pardo (SP) chegou ao fim nesta segunda quinzena de outubro. A rentabilidade, no geral da temporada 2018, foi bastante limitada aos produtores e fechou "no vermelho" em alguns períodos.

A média de preços (de julho a outubro/18) foi de R$ 0,42/kg ao produtor, enquanto os custos foram estimados, parcialmente, em R$ 0,60/kg – resultando em rentabilidade 31% negativa. Um dos fatores que explica o prejuízo ao produtor é a maior área plantada neste ano em relação ao anterior: aumento de 10% em Monte Alto e de 5% em São José do Rio Pardo.

Além das regiões paulistas, importantes praças produtoras, como Triângulo Mineiro e Cristalina (GO), elevaram a área destinada ao cultivo de cebola, contribuindo para um aumento da oferta nacional.

A produtividade foi outro fator que elevou o volume de cebolas no mercado. A produção esteve satisfatória durante toda a safra em ambas as regiões e a média foi de 54 t/ha em Monte Alto e de 57 t/ha em São José do Rio Pardo.

A junção destes fatores – aumento de área e boa produtividade – pressionou fortemente os preços e manteve as cotações abaixo das estimativas de custo durante toda a temporada paulista. Devido aos resultados desfavoráveis obtidos neste ano, os produtores encontram-se descapitalizados e a expectativa é de redução de área para a safra de 2019.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: área de cebola em SP, Cepea, colheita de cebola em SP, custos de produção, perspectivas, prejuízos ao produtor de cebola, produtividade, rentabilidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui