14/09/2018

CEBOLA/CEPEA: Estocar e exportar são alternativas para limitar prejuízos em SP

Mesmo assim, cotações caem novamente nas praças paulistas

Por Andrea Cimino e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Estocar e exportar são alternativas para limitar prejuízos em SPVer fotos

Piracicaba, 14 - Nesta semana (10 a 14/09) os preços da cebola caíram novamente em todas as regiões produtoras de São Paulo. Em São José do Rio Pardo (SP), alguns produtores continuam estocando os bulbos, tanto em galpões quanto nas lavouras.

Entretanto, devido ao clima mais quente durante a semana, a hortaliça não pôde ficar tanto tempo na roça para não ter a qualidade afetada. Em Monte Alto (SP), as exportações de “saquinho” de 18 kg para o Paraguai e Argentina permanecem, sendo uma alternativa de escoar a mercadoria excedente.

Em agosto, foram exportadas 6,5 mil toneladas de cebolas brasileiras no total, segundo a Secex. Além da Argentina e Paraguai, o Uruguai também começou a importar cebola nacional nesta semana.

Mesmo com a tentativa de armazenamento e as exportações, devido à oferta elevada os preços comercializados não são suficientes para pagar os custos de produção, gerando prejuízos aos produtores nas últimas três semanas. A média dos preços em Monte Alto ficou em R$0,20/kg na roça, queda de 16,7% em relação a semana passada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola, cotação, preços, produção

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui