26/03/2021

UVA/CEPEA: Mercado segue travado no Vale

Pandemia continua com impactos negativos na demanda

Por Bárbara Castilha e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Mercado segue travado no ValeVer fotos

Piracicaba, 26 - Nesta semana (22 a 26/03), as uvas continuaram desvalorizadas no Vale do São Francisco (PE/BA), especialmente as sem semente. Assim como em outras regiões produtoras, viticultores do Vale não estão conseguindo comercializar as frutas com fluidez, já que, com o agravamento da pandemia de covid-19 no País, a demanda pela baga tem sido baixa. As vendas, tanto para centrais atacadistas quanto para redes de supermercados, têm sido limitadas, visto que a uva possui maior valor, e muitos consumidores estão com restrição de renda. Além disso, as exportações ainda estão limitadas, principalmente se comparadas a fevereiro, o que têm aumentado a oferta no mercado doméstico.

Nesta semana, os preços das embaladas ficaram em R$ 7,37/kg para a BRS vitória e em R$ 8,65/kg para a branca sem semente, quedas respectivas de 3,7% e 10,5% frente à semana passada.
 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, coronavírus, cotação, covid 19, demanda, escoamento, juazeiro, oferta, pandemia, Petrolina, preço, uva, vale do são francisco, venda

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui