24/07/2018

UVA/CEPEA: Exportações podem seguir em bons patamares neste ano

Boa qualidade da safra da Califórnia pode acirrar concorrência

Por Ana Roselino e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Exportações podem seguir em bons patamares neste anoVer fotos

Piracicaba, 24 – As podas dos parreirais destinados à colheita para exportação no segundo semestre já estão chegando ao fim no Vale do São Francisco (PE/BA). Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as atividades devem se encerrar até a primeira quinzena de agosto. Com a boa fertilidade das gemas e o clima propício, somados à valorização do dólar, produtores estão animados com a temporada de exportação de 2018 – que pode alcançar patamares semelhantes aos de 2017. Os envios ao mercado externo devem se iniciar na semana 37 (10 a 16 de setembro) e seguir até a semana 47 (19 a 25 de novembro).

A concorrência com as frutas dos Estados Unidos pode ser acirrada neste ano: a colheita na Califórnia se iniciou em meados de julho, quando a safra mexicana estava finalizando, segundo o portal Fresh Plaza. Apesar das ondas de calor, que podem comprometer ligeiramente a produtividade, o estado da Califórnia já oferta frutas de qualidade – principalmente as variedades Flame, Sugraone e Crimson Seedless.

Para este ano, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estima produção de 935 mil toneladas – volume semelhante ao do ano passado. Por outro lado, as exportações do Peru podem ser 7% menores frente ao ano passado principalmente, à União Europeia, EUA e China.

Fonte: hfbrasil.org.br, Fresh Plaza e USDA

Tags: exportações de uva, exportações segundo semestre, mercado internacional, uva, uva Estados Unidos

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui