10/02/2021

UVA/CEPEA: Exportações iniciam 2021 em alta

Importações, por outro lado, caem em janeiro

Por Bárbara Castilha e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Exportações iniciam 2021 em altaVer fotos

Piracicaba, 10 – Assim como em 2020, as exportações de uvas têm se mostrado bastante atrativas a viticultores brasileiros neste início de ano. Segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), os aumentos, em janeiro/21, foram de 3% em arrecadação e de 12,8% em volume, frente ao mesmo período do ano passado. Este cenário, por sua vez, traz boas expectativas aos produtores quanto ao desempenho das vendas ao mercado externo neste ano.

A demanda na União Europeia está firme atualmente, visto que a Índia e a África do Sul tiveram problemas com chuvas no início do ano e não conseguiram enviar tantos contêineres quanto o planejado. Além disso, com as precipitações intensas no Chile, o país sul-americano pode ter dificuldades em atender aos pedidos dos EUA, o que pode abrir espaço para o Brasil neste mercado.

Mesmo com o bom ritmo das vendas ao exterior, viticultores brasileiros estão conseguindo abastecer o mercado doméstico, visto que a demanda interna ainda é restrita. Assim, as importações estão em baixa, como no ano passado – registrando quedas de 68,5% em arrecadação e de 67,3% em volume, também na comparação com janeiro/20.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, comércio internacional de uvas, demanda internacional por frutas brasileiras, envios de uvas brasileiras ao exterior, exportação de uva, exportações de frutas brasileiras, HF Brasil, mercado internacional, oferta de uva

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui