01/02/2021

UVA/CEPEA: Oferta firme no mercado doméstico pressiona cotações em janeiro

Cenário é mais acentuado para as finas com semente

Por Bárbara Castilha e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Oferta firme no mercado doméstico pressiona cotações em janeiroVer fotos

Piracicaba, 1° – Com a chegada do pico de produção, a colheita de uva se intensificou em São Miguel Arcanjo (SP), especialmente para as variedades finas. No entanto, as vendas não estão acompanhando a oferta, resultando em sobras nas roças.

Em Louveira/Indaiatuba (SP), apesar da aproximação do final da safra 2020/21 (e da consequente diminuição dos volumes), a saída também tem sido dificultada. Já no Vale do São Francisco (PE/BA), apesar de a oferta seguir firme, as exportações dos últimos 15 dias controlaram o volume destinado ao mercado nacional.

Ainda assim, as cotações parciais de janeiro (até o dia 22) foram pressionadas pela baixa demanda: a benitaka ficou em R$ 4,33/kg em São Miguel Arcanjo (SP) e em R$ 3,75/kg no Vale do São Francisco (PE/BA), quedas de 20,3% e 26,7% frente a dezembro/20, respectivamente. Para a rústica, o cenário não é diferente frente ao mesmo período: R$ 3,16/kg (-6,97%) em São Miguel e R$ 4,59/kg (0,6%) em Louveira/Indaiatuba (SP).

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, HF Brasil, oferta de uva, preços de uva, produção de uva, safra de uva em SP, uva, Uvas finas, uvas rústicas em SP

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui