30/08/2019

TOMATE/CEPEA: Menor entrada de ponteiro garante melhores preços

Maior oferta da segunda parte da safra de inverno pode inibir alta dos preços

Por Raquel Moreira Sabelli, Lenise A. Molena, e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Menor entrada de ponteiro garante melhores preçosVer fotos

Piracicaba, 30 - Entre os dias 26 e 30/08 o tomate salada longa vida se valorizou. No entanto, o aumento maior foi para o 2A: 28,05% (R$ 18,52/cx de 18-20 kg) e 21,30% (R$ 20,32/cx), em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ), respectivamente. O que pode explicar este cenário é que, em ambos os atacados, houve menor entrada de ponteiros, principalmente. A região de São José de Ubá (RJ) que envia tomates para o mercado carioca, reduziu significativamente o volume colhido – apenas entre julho e agosto, a colheita foi de 60% do total produzido. Assim, com a menor entrada de ponteiros, os valores para o tomate 2A subiram. Para o tipo 3A, porém, o aumento foi menos expressivo: R$ 30,34/cx (+10,82%), na Ceagesp. Para setembro, de forma geral, a primeira parte da safra de inverno deve se finalizar. Entretanto, Paty do Alferes (RJ) e Sumaré (SP) – com adiantamento do início da segunda parte da temporada – podem frear aumento nas cotações. 

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, fruto, oferta, preço, solanácea, tomate, tomate ponteiro, tomate rasteiro, valor, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui