27/08/2021

TOMATE/CEPEA: Com maior oferta e menor qualidade, preços recuam

Final de mês também contribui para a desvalorização

Por Felipe Souza Wohnrath, Luana Chiminasso e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Com maior oferta e menor qualidade, preços recuamVer fotos

Piracicaba, 27 - Entre os dias 23 e 27/08, os valores médios do tomate salada longa vida 3A ficaram em R$ 61,87 (-14,35%) na Ceagesp, em R$ 64,58 (-13,89%) em Campinas/SP, em R$ 54,95 (-10,40%) no Rio de Janeiro/RJ e em R$ 49,54 (-19,11%) em Belo Horizonte/MG. Esta semana teve queda por conta da falta de tomates de qualidade alta, que diante do calor, acabaram madurando, além do maior número de rasteiros entrando no mercado. Além disso, por ser final de mês, o poder aquisitivo dos compradores acaba sendo mais baixo. Com a previsão de temperaturas mais baixas nos próximos dias, pode haver redução da oferta. 

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Belo Horizonte, calor, Campinas, Ceagesp, ceasa, cotação, demanda, desvalorização, final de mês, fruto, maturação, oferta, preço, queda, rasteiro, rio de janeiro, São Paulo, temperatura, tomate, valor

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui