25/02/2019

MELÃO/CEPEA: Exportações disparam em janeiro

Volume enviado cresceu 55% no mês

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Exportações disparam em janeiroVer fotos

Piracicaba, 25 – Após um início de temporada marcado por retração dos embarques (especialmente para a União Europeia, maior consumidora de frutas brasileiras), as exportações de melão da safra 2018/19 ganharam ritmo em janeiro.

De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), foram exportadas 44 mil toneladas da fruta no mês passado, valor 55% superior ao de janeiro/18. A receita também se superou no período, em 46%, chegando a US$ 29 milhões, na mesma comparação.

Mesmo assim, este incremento não foi suficiente para reverter o cenário de queda na parcial da campanha 2018/19 (agosto/18 a janeiro/19). Assim, o volume caiu 10%, totalizando apenas 175 mil toneladas – enquanto o rendimento recuou 16%, chegando a cerca de US$ 119 milhões.

Segundo melonicultores consultados pelo Hortifruti/Cepea, dois quadros diferentes e inesperados ocorreram nesta temporada. No primeiro, logo no início da campanha (agosto/18), exportadores haviam se preparado para enviar grandes volumes de melão para a Europa – mas, o atraso da temporada espanhola impediu que o cenário se concretizasse. Já no segundo, mais recente, as boas condições climáticas garantiram oferta firme em janeiro/19 – o que, somado à boa demanda europeia no período, favoreceu os envios internacionais no primeiro mês do ano.

Em fevereiro, porém, alguns entraves surgiram e devem permanecer em março: as chuvas nas lavouras. As elevadas precipitações nas roças tornaram mais recorrentes os problemas de qualidade nos melões, restringindo os envios – cenário que deve se manter no próximo mês, podendo, até mesmo, adiantar o fim dos embarques da safra 2018/19.

Fonte: hfbrasil.org.br e Secex

Tags: Cepea, clima, exportações de frutas, exportações de melão, fruticultura brasileira, melão, mercado internacional, qualidade, safra 2018/19 de melão, união europeia

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui