23/04/2021

MANGA/CEPEA: Palmer se desvaloriza em Livramento, mesmo com diminuição da oferta

No Vale, tommy é comercializada abaixo do custo de produção

Por Deborah Tiemi Kubo e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Palmer se desvaloriza em Livramento, mesmo com diminuição da ofertaVer fotos

Piracicaba, 23 - Os preços da manga palmer se reduziram por mais uma semana em Livramento de Nossa Senhora (BA). Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as medidas restritivas adotadas para frear a covid-19 continuam limitando o escoamento da fruta, e consequentemente, os preços. Além da restrição de circulação de pessoas, a crise econômica em decorrência da atual conjuntura do País também impacta, visto que houve queda na renda média do brasileiro.

Dessa forma, produtores desaceleraram as colheitas, esperando por uma retomada dos preços. Mesmo com a redução da oferta, as cotações não reagiram: nesta semana (19 a 23/04), o valor médio da variedade foi de R$ 1,47/kg, decréscimo de 26% em relação à semana passada.

Já para a manga tommy, o cenário também foi de desvalorização, porém a colheita está restrita ao Vale do São Francisco (PE/BA), onde a variedade foi cotada à média de R$ 0,74/kg, queda de 24% frente à semana passada. Com o novo recuo, a tommy já está sendo comercializada abaixo dos custos de produção, o que traz preocupações quanto à rentabilidade da variedade.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: BA, bahia, colheita, coronavírus, cotação, covid-19, custo de produção, demanda, juazeiro, livramento de nossa senhora, manga, oferta, palmer, pandemia, Petrolina, preço, safra, tommy, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui