06/02/2020 às 23:00

MANGA/CEPEA: Menor oferta deve favorecer as vendas no Vale

Chuvas persistem na região, mas não geram grandes problemas

Por Felipe Spessotto, Laís Marcomini e Fernanda Geraldini Palmieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Menor oferta deve favorecer as vendas no ValeVer fotos

Piracicaba, 07 – Em Petrolina/Juazeiro (PE/BA), o mês de fevereiro se iniciou com baixa oferta de manga. Nas últimas semanas, foram registrados aumentos nos pedidos da região por parte das centrais atacadistas de São Paulo, devido à desaceleração das safras paulista e mineira. Neste cenário, a perspectiva é de que as cotações sejam maiores em fevereiro, diante da menor oferta nacional.

Desde o início do ano, a região vivencia um verão bem chuvoso – de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a cidade de Petrolina acumulou 96 mm em janeiro (bem perto da normal climatológica para o período), porém de acordo com relatos de produtores, esse volume foi bem maior em algumas áreas. Segundo a Climatempo, até a segunda semana de fevereiro, a região ainda deve presenciar contínuas precipitações, se reduzindo a partir de quarta-feira, 12.

Algumas áreas em floração tiveram impactos negativos, mas, no geral, as chuvas não estão prejudicando a qualidade das frutas – por outro lado, interferiram em algumas questões logísticas, como dificuldade de acesso às áreas muito encharcadas. A antracnose, apesar de ter sua incidência intensificada em períodos chuvosos, ainda não é um problema aparente, já que, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os tratamentos fitossanitários preventivos foram adequados e eficientes.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuvas no Vale, clima, manga, oferta de manga, preços de manga em fevereiro, produção de manga, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui