06/02/2020 às 23:00

MANGA/CEPEA: Preços seguem com grande amplitude no atacado

Diferentes origens justificam variação

Por Felipe Spessotto, Laís Marcomini e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Preços seguem com grande amplitude no atacadoVer fotos

Piracicaba, 07 - Nesta semana (03 a 07/02), os preços da manga continuaram com grande amplitude no atacado de São Paulo (SP). O clima chuvoso nos últimos dias continua elevando a disseminação de bacterioses nos pomares paulistas, e estas frutas, quando com poucos sintomas, são comercializadas no mercado de mesa. Ainda assim, os valores das mangas paulistas (principalmente da palmer, cuja oferta é superior na região) são bem mais baixos do que o das outras regiões, justificando a larga diferença nas cotações.

Neste cenário de qualidade limitada das frutas de SP, as do semiárido voltam a aparecer em mais volume nos boxes paulistas – principalmente do Vale do São Francisco (PE/BA), mas algumas cargas também chegam de Livramento de Nossa Senhora (BA) e do Norte de MG. Os preços da palmer na Ceagesp ficaram na média de R$ 3,08/kg, alta de 15% comparados com a semana anterior.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Ceagesp, cotação, livramento de nossa senhora, manga, monte alto, Norte de Minas, palmer, preço, São Paulo, taquaritinga, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui