17/12/2018

MAMÃO/CEPEA: Retrospectiva 2018

Rentabilidade da cultura esteve positiva neste ano?

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Retrospectiva 2018Ver fotos

Piracicaba, 17 – A área de mamão teve recuperação de 3% em 2018, totalizando 12.995 hectares. O aumento foi influenciado pelos maiores interesse e investimento dos produtores pelo formosa, variedade que obteve retornos mais elevados nos últimos anos. Além disso, o formosa tem ganhado destaque nas exportações.

Vale ressaltar, ainda, que a recente crise hídrica nas principais regiões produtoras resultou na saída de pequenos mamocultores e, com isso, apenas aqueles com irrigação ficaram no setor. A produção nacional de mamão se concentrou, também, em produtores tradicionais, mais resilientes e especializados na cultura.

Quer saber mais sobre o mercado de mamão em 2018 e as perspectivas para 2019? Confira o Anuário 2018-19 da Revista Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Anuário 2018-2019, Área de Mamão, Cepea, Hortifruti Brasil, mamão, mercado de mamão, rentabilidade, rentabilidade ao produtor de mamão, retrospectiva 2018

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui