12/04/2019

MAMÃO/CEPEA: Eles não querem pagar mais caro!

Entenda os fatores que reduzem a demanda do mamão

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Eles não querem pagar mais caro!Ver fotos

Piracicaba, 12 -  Nesta semana (08 a 12/04), as cotações de mamão passaram por uma nova desvalorização na Ceagesp. Ainda que o volume de frutas não seja alto, a procura tem sido limitada. Mas quais são os fatores que influenciaram o enfraquecimento da demanda? 

Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, os consumidores não estão dispostos a pagar altos preços pelo mamão, como os observados em fevereiro e março. Além disso, há relatos de frutas verdes e miúdas, que também desagradam os compradores. 

competição com outras frutas (caqui e poncã, por exemplo) e as chuvas nas cidades paulistas, também foram apontados como agravantes para a redução da procura. Assim, o formosa foi comercializado por R$ 30/ cx de 13 kg, queda de 5% em relação à última semana. Já o havaí 15-18, teve média de R$ 24,29/cx de 8 kg, 5% menor na mesma comparação. Para a próxima semana, atacadistas acreditam que o cenário se mantenha instável, sobretudo por conta do feriado de Sexta-feira Santa.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, cotação, demanda, HFBrasil, mamão, oferta, preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui