06/09/2019

MAMÃO/CEPEA: Com maiores temperaturas, volume aumenta

Cotações de ambas as variedades recuam, mas com diferentes intensidades

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Com maiores temperaturas, volume aumentaVer fotos

Piracicaba, 06 - Nesta semana (02 a 06/09), as maiores temperaturas voltaram a favorecer a maturação do mamão havaí no Norte do Espírito Santo – este cenário também foi observado no Sul da Bahia, porém de forma menos expressiva. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, essa maior oferta da variedade deve permanecer até a primeira quinzena de novembro.

Sendo assim, o havaí tipo 12 a 18 foi comercializado na média de R$ 1,18/kg na praça capixaba, queda de 52% em relação à semana passada – desvalorização essa que poderia ser ainda maior se não fosse o início de mês, que favoreceu um pouco o consumo da fruta nos principais centros consumidores.

Além do maior volume de havaí, produtores relataram que incidência de doenças fúngicas têm prejudicado a qualidade e, consequentemente, as cotações. Vale lembrar que uma parcela destas frutas prejudicadas foi descartada ainda nas lavouras. Para a próxima semana, com a proximidade da primavera, produtores esperam maior oferta de mamão havaí por conta da elevação na temperatura.

Para o mamão formosa, também houve um leve aumento da oferta nas principais regiões produtoras nesta semana. Porém, o aumento tem sido mais gradual do que o observado para o havaí. Isto possibilitou que os preços da variedade tivessem um menor recuo ou até mesmo subissem, já que a demanda de início de mês favoreceu um maior consumo no período.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: aumento de oferta, Cepea, HF Brasil, maiores temperaturas, mamão formosa, mamão havaí, preço de mamão, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui