03/09/2018

MAMÃO/CEPEA: Chuvas ficam abaixo do esperado em agosto

Qualidade do mamão volta a melhorar nas regiões produtoras

Por Gabriel Coneglian e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Chuvas ficam abaixo do esperado em agostoVer fotos

Piracicaba, 03 – Em agosto, baixos níveis de precipitações foram observados nos principais polos produtores de mamão – com exceção do Norte do Espírito Santo. No período, a cidade de Linhares (ES) registrou volume de 63 mm até o dia 30 de agosto, valor acima do esperado para a normal climatológica daquele mês, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Ainda assim, as chuvas não prejudicaram a qualidade do mamão na região capixaba.

Naquele período, houve relatos de que a baixa umidade impediu maiores aparições de doenças fúngicas na maioria das lavouras acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea. Porém, caso o cenário permaneça, a disponibilidade de água em reservatórios poderá diminuir – já que as chuvas, mesmo que positivas no começo do ano, não reverteram o cenário hídrico, em especial nas praças nordestinas – o que pode servir de alerta aos produtores.

Além disso, com o clima mais seco e quente, uma maior incidência de ácaros poderá ser observada, assim como o "abortamento" das flores e a maior aparição de frutos carpeloides (deformados).

Fonte: hfbrasil.org.br e Inmet

Tags: Cepea, chuvas, clima, doenças fúngicas mamão, Inmet, mamão, produção de mamão, qualidade de mamão

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui