24/04/2020

MAÇÃ/CEPEA: Menor oferta compensa demanda desaquecida

Para graúdas, houve manutenção à leve aumento de preço

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Menor oferta compensa demanda desaquecidaVer fotos

Piracicaba, 24 - Nesta semana (20 a 24/04), a venda de maçã foi ainda mais lenta em função do feriado de Tiradentes (21), que reduziu a compra da fruta e, consequentemente, afetou o carregamento nas regiões classificadoras. Contudo, a partir de quarta-feira, 22, o comércio retomou níveis razoáveis, mesmo estando aquém do esperado. Apesar deste cenário, agentes relataram que o menor volume colhido neste ano tem permitido controlar a oferta nacional da maçã, assegurando bons preços e, no caso da miúda, evitando grandes desvalorizações – esta última está com maior disponibilidade no mercado, em especial dos calibres 180, 198 e 216.

Para frutas graúdas, a menor oferta, vinculada à demanda firme, garantiu manutenção à leve aumento das cotações na semana. Na média das regiões, a fuji calibre 110 Cat 1 foi vendida a R$ 93,83/cx de 18 kg e a gala calibre 110 Cat 1 a R$ 85,57/cx de 18 kg, ambas com leve aumento de 1%. Para as próximas semanas, as empresas devem seguir controlando a disponibilidade da maçã a fim de compensar a fraca procura e sustentar os preços.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: baixa oferta, Cepea, covid-19, demanda desaquecida, feriado, fim de mês, HF Brasil, maçã graúda, preço de maçã, regiões classificadoras

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui