23/10/2018

MAÇÃ/CEPEA: Importações europeias devem aumentar nos próximos meses

Frutas da Europa já chegam ao mercado brasileiro

Por Lavínia Morais e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Importações europeias devem aumentar nos próximos mesesVer fotos

Piracicaba, 23 – A safra de maçã está em fase de colheita na Europa, devendo se encerrar a partir de novembro. Dessa forma, a entrada das frutas do continente no Brasil deve ser cada vez mais recorrente. Em setembro, já foram importadas da Europa, principalmente, maçãs italianas –  cerca de 120 toneladas, valor 214% superior ao do mesmo período de 2017, segundo dados da Secex. Houve, também, registros de compras de países como Portugal e Espanha.

No entanto, as maçãs europeias ainda representam pouco do total importado pelo Brasil. No último mês, apenas 3% das frutas importadas eram provenientes do continente. Vale ressaltar, entretanto, que nos últimos meses de 2018 e início de 2019, o valor deve aumentar com a intensificação da venda das safras do hemisfério Norte e fim dos estoques de maçãs brasileiras.

Outro ponto que deve ser destacado é a redução da expectativa do volume total colhido na Europa pela Associação Mundial de Maçãs e Peras (WAPA). A previsão em agosto era de que a safra total fosse de 12,6 milhões de toneladas. No entanto, por conta da seca durante o verão, a colheita deve finalizar com 100 mil toneladas abaixo do esperado. Porém, ainda assim, a temporada tem um alto valor em comparação à média dos últimos anos e deve influenciar as importações do Brasil.

Fonte: hfbrasil.org.br, Secex e Wapa

Tags: Cepea, colheita de maçã na Europa, Hortifruti Brasil, importação de maçã da Europa, importações brasileiras de maçã, Maçã, mercado de maçã, mercado internacional

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui