05/07/2018

ESPECIAL HORTALIÇAS: Custo de produção de tomate em Caçador - grande escala

Volume comercializado é maior na temporada 2017/18

Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ESPECIAL HORTALIÇAS: Custo de produção de tomate em Caçador - grande escalaVer fotos

Piracicaba, 05 – A produção de grande escala de tomate de mesa em Caçador (SC) se mantém em 25 hectares na safra 2017/18, conforme publicado na edição de junho da revista Hortifruti Brasil. A produtividade estimada foi de 3.500 caixas/há ou de 350 caixas a cada mil plantas (a mesma da pequena escala de produção), registrando aumento de 2,9% na produtividade frente à safra anterior.

Apesar de, na última temporada, problemas com doenças e pragas terem afetado mais lavouras do que na anterior, a produtividade foi um pouco maior, devido aos bons preços de mercado – visto que tudo o que foi produzido foi comercializado (exceto os descartes por qualidade), enquanto que, na safra anterior, parte da produção foi descartada diante das baixas cotações. O perfil da mão de obra temporária continua o mesmo, ou seja, dois funcionários por hectare, que normalmente são registrados pelo produtor por um período médio de 6 meses, recebendo um salário mínimo mais comissão.

O produtor de grande escala, na maioria dos casos, arrenda a terra para o cultivo, sendo que o valor recebido reduziu 16,7% frente ao ano anterior, passando de R$ 3.000,00/ha para R$ 2.500,00/ha – voltando ao mesmo valor de dois anos atrás. O motivo da queda no valor do arrendamento se deve à menor procura por terras, possivelmente impactado pela baixa rentabilidade na atividade em 2017.

Para conferir o estudo completo e as tabelas de custos de produção desta região, acesse a edição de junho da Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, custos de produção, custos de tomate, produção de tomate, produtividade, tomate, tomate em Caçador

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui