10/09/2018

CITROS/CEPEA: Produção de 2018/19 deve cair mais de 30%

Reestimativa de safra foi divulgada hoje pelo Fundecitrus

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Produção de 2018/19 deve cair mais de 30%Ver fotos

Piracicaba, 10 – Como esperado por agentes do setor, a reestimativa da safra 2018/19 de laranja do cinturão citrícola (São Paulo e Triângulo Mineiro) apontou recuo de 31,4% em relação à temporada passada (2017/18). Os dados atualizados da PES (Pesquisa de Estimativa de Safra) foram divulgados nesta segunda-feira (10), pelo Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura), e indicam que a produção deve totalizar apenas 273,3 milhões de caixas de 40,8 kg de laranja – volume 5,2% inferior ao do primeiro relatório, de maio.

A queda vai ao encontro das perspectivas iniciais do Hortifruti/Cepea, de que o desempenho da produção em 2018/19 estaria comprometido, devido às elevadas perdas da florada principal (ocorridas entre agosto e outubro/17), bem como à falta de chuva no primeiro semestre de 2018.

Segundo o Fundo, todas as variedades registraram peso médio inferior ao projetado em maio, em decorrência da estiagem (de maio a julho), mais severa que a prevista anteriormente. As primeiras expectativas, que já indicavam um ano menos chuvoso, previam volume acumulado de 101 mm nestes três meses, conforme o relatório. Contudo, as chuvas acumuladas foram de apenas 36 mm no período – 73% inferior à média histórica, configurando a pior seca para esses meses nos últimos dez anos. A segunda reestimativa da safra será divulgada pelo Fundecitrus em fevereiro/19.

Fonte: hfbrasil.org.br e Fundecitrus

Tags: Cepea, citricultura, citros, clima, estimativa de safra, fundecitrus, HF Brasil, safra 2018/19, São Paulo, triângulo mineiro

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui