09/11/2020

CITROS/CEPEA: Mesmo sem fechar o ano, exportações de limões e limas já batem recorde de 2019

Envios podem ser mais calmos em novembro

Por Isabela Camargo e Fernanda Geraldini
Em parceria com
UPL
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Mesmo sem fechar o ano, exportações de limões e limas já batem recorde de 2019Ver fotos

Piracicaba, 09 – As exportações de limões e limas estão em bom ritmo em 2020. Segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), na parcial do ano (janeiro a outubro), os envios já são superiores ao recorde embarcado em todos os meses de 2019. O volume total (até outubro) é de 105,4 mil toneladas, com receita de US$ 89,8 milhões.

Neste sentido, pode-se dizer que, em volume, as exportações de limões e limas se mantiveram, no geral, resistentes aos reflexos negativos da pandemia do novo coronavírus. Ainda que impactada pelo fechamento de bares e restaurantes, a procura por cítricos em alguns países continuou firme, o que beneficiou os envios totais.

Para este mês, contudo, os números podem ser menos expressivos, devido à segunda onda de covid-19 na Europa, principal destino da fruta brasileira. Exportadores consultados pelo Hortifruti/Cepea relatam, inclusive, que alguns pedidos já estão sendo cancelados.

Fonte: hfbrasil.org.br e Secex

Tags: Cepea, citricultura, citros, covid-19, envios de cítricos à Europa, exportação de limão, exportações de frutas, exportações de limões e limas, HF Brasil, mercado internacional

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui