13/11/2019 às 23:00

CITROS/CEPEA: Mesmo com ritmo lento do mercado, pera se sustenta

Preço da tahiti é impactado pela maior oferta de miúdas

Por Caroline Ribeiro, Isabela Camargo e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Mesmo com ritmo lento do mercado, pera se sustentaVer fotos

Piracicaba, 14 – Devido à aproximação do feriado nacional da Proclamação da República, nesta sexta-feira, 15, a procura por laranja se retraiu no mercado de mesa nos últimos dias, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea. Entretanto, a baixa oferta de frutas com qualidade e a redução da colheita de pera seguem sustentando as cotações. Nesta semana (11 a 14/11), a variedade foi negociada a R$ 28,72/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 2,5% em relação à anterior.

O volume de lima ácida tahiti, por sua vez, já está aumentando no mercado de mesa paulista – ainda que a maior parte corresponda a frutas miúdas, que são negociadas a preços menores. A tendência, segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, é de que a elevação gradual da oferta pressione as cotações daqui em diante. A média da tahiti nesta semana foi de R$ 86,54/cx de 27 kg, colhida, queda de 11,4% em relação ao período anterior.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação, mercado de laranja, mercado de tahiti, oferta de citros, preços de laranja, preços de tahiti

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui