14/01/2022

CITROS/CEPEA: Chuvas e temperaturas amenas limitam comercialização da laranja

Oferta de tahiti permanece alta

Por Isabela Camargo, Laleska Moda, Paula Benatti e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Chuvas e temperaturas amenas limitam comercialização da laranjaVer fotos

Piracicaba, 14 - A demanda, que já vinha restrita desde os últimos meses de 2021, foi prejudicada pelas chuvas frequentes e temperaturas mais amenas no estado de São Paulo nesta semana. Assim, a comercialização teve ritmo lento para todos os cítricos.

Para a laranja pera, a cotação desta semana teve média de R$ 36,67/cx de 40,8 kg, na árvore, leve recuo de 0,5% frente à semana passada. Vale lembrar que, para esta variedade, prevalece a comercialização das frutas temporãs.

A lima ácida tahiti, além da demanda restrita no segmento in natura, permaneceu com oferta elevada no estado de São Paulo. Porém, a moagem da fruta nas indústrias paulistas já começa a dar sinais de intensificação, o que tende a controlar a disponibilidade. A média no mercado de mesa paulista é de R$ 23,98/cx de 27 kg, colhida, leve queda de 2,2% no mesmo período.

 

ATENÇÃO, LEITOR! Você já fez o seu recadastramento para continuar recebendo a revista Hortifruti Brasil na versão impressa? O prazo vai até 31/01/22. Recadastre-se agora via WhatsApp, clicando na imagem ao lado.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: colheita, cotação, demanda, indústria, laranja, lima ácida tahiti, limão, oferta, pera, preço, processamento, tahiti, temporã

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui