07/06/2021

CENOURA/CEPEA: Cotações caem significativamente em maio

Maior oferta continua sendo a principal causa

Por André Camarotti, Luísa Purchio e Marina Marangon
Em parceria com
LS Tractor
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Cotações caem significativamente em maioVer fotos

Piracicaba, 07 – O mês de maio foi marcado por constantes desvalorizações da cenoura em todo o território nacional. Nas principais praças produtoras, São Gotardo (MG) e Cristalina (GO), a caixa de 29 kg de “suja” foi vendida, em média, a R$ 9,65, valor 43% menor na comparação com abril.

O fechamento de estabelecimentos e a redução da circulação de pessoas, por conta das restrições da pandemia, têm dificultado o comércio e o escoamento das raízes, influenciando este cenário de baixa nos preços. Colaboradores do Hortifruti/Cepea relatam, ainda, que a queda do poder de compra do brasileiro também tem reduzido a frequência de ida da população aos estabelecimentos, mesmo com a reabertura.

Porém, além das dificuldades em relação à demanda, o principal fator que tem afetado o mercado de cenoura é o maior volume de mercadorias – devido à maior área plantada em GO nesta temporada de verão. No mais, a produtividade do mês de maio também foi maior na comparação com abril, fechando à média de 70 t/ha e elevando ainda mais a oferta das raízes. Assim, na primeira semana de junho (31/05 a 04/06), os preços registraram média de R$ 6,45/cx.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: área plantada de cenoura na safra de verão 2021, cenoura, Cepea, cotação de cenoura, HF Brasil, mercado de cenoura, oferta de cenoura, preços de cenoura

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui