22/02/2019

CENOURA/CEPEA: Bifurcação é a maior causa de descartes em MG

Com oferta limitada, cotação se manteve elevada

Por Eduarda Pinheiro e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Bifurcação é a maior causa de descartes em MGVer fotos

Piracicaba, 22 - As lavouras da região de São Gotardo (MG) permanecem apresentando problemas fitossanitários e a maior causa dos descartes é a bifurcação nas raízes. Além disso, colaboradores do Hortifruti/Cepea também relatam a incidência de mela, pintas e nematoides.

Portanto, a qualidade, no geral, é limitada, o que restringe a valorização da cenoura. Os preços nesta semana (de 18 a 22/02) não apresentaram alterações e a variedade “suja” foi vendida na média de R$ 40,00/cx de 29 kg. Quando comparado ao mesmo período do ano passado, porém, o preço atual está 2 vezes mais alto.

Por outro lado, a expectativa é que os custos de produção se elevem frente a janeiro, devido aos gastos com o controle de doenças. Além disso, em fevereiro aumentam os gastos para preparo de solo da safra de inverno 2019 que se inicia em março. Mesmo assim, como os preços estão bastante elevados, a rentabilidade deve permanecer positiva ao produtor.
 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cenoura, clima, cotação, preços, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui