02/08/2019

CEBOLA/CEPEA: Preço atinge maior patamar desde 2015

Falta de mercadoria mantém preço em alta

Por Marcela Mian e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Preço atinge maior patamar desde 2015Ver fotos

Piracicaba, 02 - O Cerrado continua sendo a região destaque nesta temporada, já que é a praça que está conseguindo disponibilizar maior volume de hortaliças. As vendas estão aquecidas: 100% da produção está sendo absorvida pelo mercado, devido à falta de oferta nacional.

Tanto na praça de Santa Juliana (MG) quanto na de Cristalina (GO), a qualidade dos bulbos é boa e a produtividade também está melhor. O volume pode se reduzir ainda mais próximas semanas, devido à alta liquidez do mercado, voltando a crescer por volta do dia 15 de agosto.

Desde julho de 2015 os preços não alcançam valores tão altos: produtores goianos receberam pela caixa 3 beneficiada, em média, R$ 77,33/sc de 20 kg nesta semana (29/07 a 02/08). Frente à semana passada, a alta foi de 19%.

Nas regiões produtoras de São Paulo, o ritmo de colheita de cebola se intensificou, a fim de aproveitar os bons preços. Nesta semana, a intensidade do trabalho nas roças paulistas foi ainda maior em comparação às anteriores, pois há previsão de chuva na região desta sexta (02/08) até a próxima segunda (05/08). Assim, deverá ocorrer redução do volume para a próxima semana.

Apesar de a qualidade estar satisfatória do ponto de vista fitossanitário, os bulbos continuaram sendo colhidos verdes (não curados) na maioria das roças. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cerrado, clima, cotação da cebola, cristalina, preços da cebola, produção, produtividade, Santa Juliana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui