31/05/2019

BATATA/CEPEA: Chuva afeta colheita e preços sobem nos atacados

Batatas mineiras foram comercializadas a preços menores

Por Heitor A. C. Inácio, Luana Guerreiro, Lenise Molena e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Chuva afeta colheita e preços sobem nos atacadosVer fotos

Piracicaba, 31 - A batata padrão ágata especial se valorizou nesta semana (27 a 31/05) nos principais atacados brasileiros. Em Belo Horizonte (MG), a alta foi de 17,29% (R$ 127,95/sc de 50 kg), seguido pelo mercado carioca, que comercializou a R$ 121,67/sc (+16,24%) e São Paulo (SP), a R$ 136,56/sc (11,59%). Na segunda-feira (27), a colheita estava praticamente normalizada nas praças do Sul, o que fez com que os valores recuassem. No dia seguinte, porém, as precipitações retornaram e impediram o arranque dos tubérculos em Guarapuava (PR) e Água Doce (SC), que colhem as últimas batatas da safra das águas. O volume pluviométrico também foi significativo nos locais que estão iniciando a temporada das secas – Curitiba (84 mm), Irati (104,8 mm), São Mateus do Sul/PR (68,2 mm) – mas como estão em início, não impactou tanto nas negociações e nem nas atividades de campo. O que pode ter impedido maior elevação nas cotações foram os produtos do Sul e Cerrado Mineiro, que inclusive foram vendidos a preços mais inferiores: entre R$ 80,00 e R$ 120,00/sc. 

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alta, atacado, batata, Belo Horizonte, Ceagesp, ceasa, chuva, cotação, Minas Gerais, oferta, Paraná, preço, produção, produtividade, rio de janeiro, safra das águas, safra das secas, São Paulo, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui