15/05/2020

ALFACE/CEPEA: Preços recuam em Mogi das Cruzes e Ibiúna

Além do isolamento social, menores temperaturas também reduzem consumo

Por Maria Julia Ramos e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Preços recuam em Mogi das Cruzes e IbiúnaVer fotos

Piracicaba, 15 - Nesta semana (11 a 15/05) os preços apresentaram nova queda nas praças paulistas. Em Mogi das Cruzes, as cotações das folhosas se reduziram novamente, com a crespa a R$ 9,63/cx com 20 unidades, desvalorização de 5,60%. Já em Ibiúna, houve  redução de 15,26% para a americana, que fechou com preço médio de R$ 7,61/cx com 12 unidades.

A situação de baixa procura permanece, muito devido às condições de distanciamento social. Porém, em Ibiúna a queda da demanda também pode ter sido intensificada com as temperaturas mais baixas.

Produtores acreditam que os preços não “fujam” tanto dos atuais níveis até que haja condições para valorização dos pés, como o retorno das atividades de restaurantes, que devem permanecer paralisadas até pelo menos o final de maio. A qualidade é satisfatória, com poucos relatos de doenças de inverno até o momento. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: coronavírus alface, cotação da alface, preço da alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui