04/09/2020

ALFACE/CEPEA: Ocorrência de doenças restringe oferta e favorece cotações

Danos pelo clima frio das semanas anteriores elevou os tratamentos nas lavouras

Por Maria Julia Ramos e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Ocorrência de doenças restringe oferta e favorece cotaçõesVer fotos

Piracicaba, 04 - Nas roças do interior paulista (Mogi das Cruzes e Ibiúna), a semana foi de valorização das folhosas. Apesar de as temperaturas mais quentes estimularem o consumo, o principal fator do aumento foi o comprometimento da qualidade dos pés, afetando a oferta da região.

As temperaturas baixas nas duas semanas anteriores atrasaram o ciclo de desenvolvimento dos pés, obrigando os alfacicultores a colher pés menores e, para a americana, sem “cabeça” formada. Dessa forma, esta última variedade teve a valorização mais expressiva, 12,99%, alcançando o preço médio de R$ 13,33/cx com 24 unidades. Além disso, a maior frequência de doenças como o míldio e “murchadeira” obrigou manejos mais cuidadosos, o que pode onerar o custo ao produtor. Espera-se que nas próximas semanas as cotações sejam sustentadas, caso o clima permaneça mais agradável ao consumo.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação da alface, preço da alface, produção de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui