26/11/2018

ALFACE/CEPEA: Novembro é marcado por baixa oferta

Porém, menor qualidade impede valorizações significativas

Por Isabela Camargo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Novembro é marcado por baixa ofertaVer fotos

Piracicaba, 26 – Apesar das chuvas mais espaçadas a partir da segunda quinzena de novembro, as perdas de alfaces – principalmente da variedade americana – foram elevadas nas regiões de Mogi das Cruzes e Ibiúna (SP). Desse modo, a oferta se reduziu nas lavouras paulistas, acarretando em maiores cotações na primeira semana do mês.

Porém, a maior umidade resultou, também, em baixa qualidade das alfaces, o que afetou o mercado da hortaliça e impediu aumentos de preços mais significativos. Atualmente, o clima está se estabilizando nestas praças, normalizando a disponibilidade e melhorando a qualidade dos pés.

As vendas de mudas, por sua vez, estão maiores neste mês, devido à proximidade do verão. Mesmo assim, a comercialização ficou abaixo do esperado, pois parte dos produtores postergou o aumento dos pedidos de mudas para a safra de verão, uma vez que seguem cautelosos com os preços não tão animadores.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, Cepea, chuvas em SP, clima, Hortifruti Brasil, oferta de alface, perdas de alface, preços de alface, qualidade, vendas de mudas de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui