11/01/2019

UVA/CEPEA: Safra paranaense se encerra com elevados preços

Demanda foi aquecida no final de 2018

Por Lais Marcomini, Fernanda Geraldini e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Safra paranaense se encerra com elevados preçosVer fotos

Piracicaba, 11 - Em Marialva (PR), a segunda safra de uva de 2018, iniciada em dezembro, está praticamente encerrada. Alguns produtores terão lotes pontuais disponíveis até semana que vem, contudo a venda deve ser majoritariamente regional. A baixa produção que “encurtou” o calendário de oferta desta temporada pode ser associada ao frio intenso que acometeu a região em agosto, período de podas e brotações. Ainda que as baixas temperaturas sejam importantes no ciclo produtivo das videiras, a partir da brotação elas podem frear o ritmo de crescimento e desenvolvimento, conferindo uma menor quantidade de uvas produzidas. Os reflexos da baixa produção foram percebidos nos preços, os quais, diante também da demanda aquecida no final de 2018, proporcionaram cotações elevadas. A variedade itália e a benitaka ficaram a R$ 4,10/kg.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alta, cotação, demanda, final do ano, Marialva, Paraná, preços, produção, segunda safra, uva, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui