09/04/2021

UVA/CEPEA: Janela de exportação se abre no Vale

Cenário pode restringir oferta de uvas nordestinas no mercado doméstico

Por Bárbara Castilha e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Janela de exportação se abre no ValeVer fotos

Piracicaba, 09 - A janela brasileira de exportação de uvas do primeiro semestre se iniciou oficialmente no Vale do São Francisco (PE/BA) neste mês. Viticultores esperam que, no período (que deve se estender até meados de junho), a oferta das uvas nordestinas fique mais controlada no mercado doméstico, podendo auxiliar na elevação dos preços atuais.

Apesar de as chuvas não terem sido tão prejudiciais quanto na temporada de 2020, há cachos com a qualidade afetada, dadas as precipitações nos meses passados. Em conjunto com a demanda baixa no mercado brasileiro, as cotações têm registrado quedas nas últimas semanas: nesta, a branca sem semente embalada foi vendida por R$ 7,42/kg, -18,1% frente à semana anterior.

No mês de março, os embarques para a União Europeia foram bastante reduzidos; além de parte das uvas brasileiras não atingindo as características exigidas pelo mercado local, a boa produção da África do Sul dificultou os envios. No entanto, vale apontar que as exportações aos Estados Unidos foram além das expectativas no mês passado, com alta de 134% em volume frente ao mesmo período de 2020, o que permitiu que o mês de março continuasse com os bons resultados observados no início do ano.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: arra 15, chuva, clima, cotação, demanda, europa, exportação, oferta, preço, qualidade, união europeia, uva

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui