20/05/2019

TOMATE/CEPEA: Safra de inverno segue com boa rentabilidade em Mogi Guaçu (SP)

Área plantada e produtividade estão menores frente ao ano passado

Por Lenise Molena, Luana Guerreiro, Raquel Sabelli e João Paulo Deleo
Em parceria com
FMC
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Safra de inverno segue com boa rentabilidade em Mogi Guaçu (SP)Ver fotos

Piracicaba, 20 – A menor oferta de tomate, ocasionada pelas diminuições de área e de produtividade (em relação ao ano passado), tem resultado em rentabilidade positiva aos produtores neste início da safra de inverno de Mogi Guaçu (SP). Na parcial de maio (até o dia 17), o preço do tomate salada AA fechou à média de R$ 65,56/cx, alta de 54% frente ao mesmo período de 2018 – quando a caixa era comercializada a R$ 42,57, em termos nominais.

Em maio, a região de Mogi Guaçu (uma das principais praças produtoras do período) deve colher aproximadamente 30% do total cultivado – sendo que, em abril, as atividades chegaram a 10% deste volume. Naquele mês, a produtividade ficou em 300 caixas/mil pés, com perdas estimadas entre 5% e 10%.

De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, as lavouras da região enfrentam problemas com bactérias e broca, ambas causadas pelas chuvas e pelas temperaturas elevadas. Neste cenário, houve aumento do número de aplicações – o que, somado à menor produtividade, acarretou em alta do custo unitário.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: área de tomate, Cepea, clima, cotação, preços de tomate, produção de tomate, produtividade, rentabilidade aos produtores de tomate, tomate em Mogi Guaçu

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui