26/10/2018

TOMATE/CEPEA: Preços recuam após mais de um mês de alta

Oferta da segunda parte da safra de inverno se intensifica

Por Luana Guerreiro, Lenise A. Molena e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Preços recuam após mais de um mês de altaVer fotos

Piracicaba, 26 - Os preços do tomate salada longa vida caíram nas quatro centrais de abastecimento acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea nesta semana (22 a 26/10), devido à intensificação da 2ª parte da safra de inverno, após mais de um mês de alta. A desvalorização mais significativa, de 22,35%, foi em Campinas (SP), onde o 3A foi comercializado a R$ 66,00/cx de 20 kg. Isso pode ser justificado por um volume maior de frutos, principalmente de tomates de menor qualidade de Carmópolis de Minas. Na sequência, vem o mercado de São Paulo (SP), com queda de 15,07% e cotação de R$ 82,92/cx; Rio de Janeiro (RJ), baixa de 13,73%, a R$ 84,35/cx e Belo Horizonte (MG), com desvalorização de 6,62% e preços de R$ 79,37/cx. Na próxima semana, as regiões de São José de Ubá (RJ) e Mogi Guaçu (SP) devem finalizar a safra, o que pode reduzir a oferta. Entretanto, com a possibilidade de maior volume das regiões de Sumaré (SP), Paty do Alferes (RJ), Sul de Minas e Norte do Paraná (que colhem a 2ª parte da safra de inverno), não deve ter alta significativa nos preços.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Ceagesp, ceasa, colheita, cotação, desvalorização, fruto, oferta, preço, produção, produtividade, safra de inverno, solanácea, tomate

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui