26/02/2021

TOMATE/CEPEA: Oferta, qualidade e demanda resultam em queda dos preços

Oferta deve recuar ao longo do próximo mês

Por Felipe Souza Wohnrath, Luana Chiminasso e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Oferta, qualidade e demanda resultam em queda dos preçosVer fotos

Piracicaba, 26 - Entre os dias 22 e 26/02, os preços do tomate salada longa vida 3A caíram nas principais centrais de abastecimento acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea. A caixa de 18-20 kg, ficou em R$ 45,26 (-18,8%) na Ceagesp, em R$ 53,42 (-17,8%) em Campinas/SP, em R$ 53,29 (-4,6%) no Rio de Janeiro/RJ e em R$ 41,56 (-18,9%) em Belo Horizonte/MG. A queda nos atacados se deve a diversos fatores: a temporada de verão ainda está em pico de colheita; há praças com parte das lavouras em final de ciclo e, portanto, gerando uma maior oferta de ponteiros; frutos manchados devido às chuvas nas roças, vindos principalmente de Caçador (SC), Carmópolis de MG e Ribeirão Branco (SP) e menor demanda atribuída ao final de mês. Atacadistas disseram, ainda, que a maior oferta é de tomates de qualidade mais fraca e maduros. Para a próxima semana, ainda deve haver bastante oferta, mas no decorrer do mês de março tende a diminuir com a desaceleração da safra de verão.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Ceagesp, ceasa, desvalorização, fruto, maturação, oferta, preço, qualidade, safra de verão, tomate, tomates ponteiros, valor

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui