28/05/2018

TOMATE/CEPEA: Frio e menor volume cultivado atenuam desvalorização do tomate

Greve não resulta em acentuada alta de preços para o produtor

Por Laís Marcomini, Lenise A. Molena, Luana Guerreiro e João Paulo Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Frio e menor volume cultivado atenuam desvalorização do tomateVer fotos

Piracicaba, 28 – Na parcial de maio (1° a 24/05), os preços de roça para o tomate tipo salada 2A caíram 6,6% para o produtor em relação ao mesmo período de abril. Atribuída a essa queda, está a intensificação da colheita da safra de inverno nas praças produtoras.

Contudo, as baixas temperaturas registradas neste mês desaceleraram a maturação dos frutos – o que tornou a elevação da oferta menor do que a esperada por agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea. Na Ceagesp, por exemplo, a redução dos preços foi de somente 5,5% no mesmo comparativo (parcial de maio). Além disso, a redução de área cultivada neste ano controla ainda mais a oferta, o que também atenua as desvalorizações, mesmo com a intensificação das safras.

Em relação à paralisação dos caminhoneiros, iniciada na segunda-feira passada (21), não foi observado grande reflexo nos preços recebidos por produtores, já que praticamente não houve negociação nos últimos dias. Vale destacar que há oferta no campo, mas o transporte está impossibilitado.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, greve dos caminhoneiros, intensificação da colheita de tomate, oferta de tomate, preço de tomate, preços ao produtor, tomate

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui