23/04/2021

TOMATE/CEPEA: Após expressiva alta, preços caem em todos os atacados

Conforme previsto, tomate se valoriza em abril

Por Felipe Souza Wohnrath, Luana Chiminasso e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
TOMATE/CEPEA: Após expressiva alta, preços caem em todos os atacadosVer fotos

Piracicaba, 23 - Entre os dias 19 e 23/04, os valores do tomate salada longa vida 3A ficaram em R$ 49,24 (-28,5%) na Ceagesp, em R$ 64,09 (-23,54%) em Campinas/SP, em R$ 59,70 (-1,29%) no Rio de Janeiro/RJ e em R$ 50,42 (-19,97%) em Belo Horizonte/MG. A queda nos preços veio após a alta na semana passada, que foi bem elevada em todos os atacados e, consequentemente, as vendas foram travadas, já que a demanda é limitada em função das restrições devido à pandemia, e também pelo menor poder de compra do brasileiro. Além disso, com os feriados de Tiradentes na quarta-feira (21) e no Rio de Janeiro nesta sexta (23), as compras de tomate foram concentradas no início da semana, resultando na maior desvalorização entre quinta e sexta-feira. A queda também é explicada pelo aumento da colheita da safra de inverno. A presença do produto ainda de lavouras de verão, com menor qualidade (ponteiros), também pressiona os preços. A tendência, no entanto, é de melhora na demanda nas próximas semanas, com a maior flexibilização nas restrições impostas pela pandemia. Na parcial deste mês (até o dia 23), em comparação com o anterior, todas as centrais de abastecimento registram significativas altas, devido à desaceleração da safra de verão.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: atacado, Belo Horizonte, calor, Campinas, Ceagesp, ceasa, cotação, demanda, desvalorização, final de safra, frio, fruto, inicio de safra, maturação, negociação, negócio, oferta, pandemia, preço, qualidade, rio de janeiro, safra de inverno, safra de verão, São Paulo, temperatura, tomate, valor, valorização, variação

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui