08/08/2019

MELÃO/CEPEA: Safra principal se encerra no Vale

Preço sobe... Assim como o custo de produção

Por Maria Giulia Marchesi e Marcela Barbieri
Em parceria com
Calcário Itaú
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELÃO/CEPEA: Safra principal se encerra no ValeVer fotos

Piracicaba, 08 – A safra principal de melão, que se iniciou em abril, foi finalizada no Vale do São Francisco (BA/PE) em julho. A partir de agora, o mercado nacional será majoritariamente abastecido pelo Rio Grande do Norte/Ceará, com poucos produtores ainda ofertando a fruta na praça baiana/pernambucana.

De modo geral, a campanha principal do Vale foi marcada por bons preços. Mas, ao mesmo tempo, os custos estimados de produção também subiram, limitando a rentabilidade (quando comparado à safra passada). Entre abril e julho/19, o amarelo a granel foi vendido na média de R$ 1,35/kg na região, valor 31% maior que o do mesmo período de 2018 e 80% superior ao mínimo estimado por produtores para cobrir os gastos da produção – no ano passado, este valor havia ultrapassado em 110%.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os maiores preços do melão estiveram relacionados à menor produção no período – enquanto houve queda de produtividade no Vale, devido às chuvas mais frequentes neste ano, a produção da entressafra do RN/CE também foi inferior, já que as precipitações recorrentes desestimularam o cultivo na região. Por outro lado, os maiores volumes de chuva culminaram em investimentos em defensivos agrícolas, principalmente em fungicidas – o que aumentou o custo de produção, que já estava se elevando desde o segundo semestre/18, por conta do frete e do dólar.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, clima, cotação, custos de produção, melão, oferta de melão, preços de melão, produtividade, rentabilidade, safra de melão do RN/CE, safra de melão do Vale

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui