02/10/2020

MELANCIA/CEPEA: Semana começa em baixa, mas preços reagem e fecham em alta

Calor beneficia consumo da fruta

Por João Pedro Motta de Paiva, Lucas de Mora Bezerra e Fernanda Geraldini Palmieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MELANCIA/CEPEA: Semana começa em baixa, mas preços reagem e fecham em altaVer fotos

Piracicaba, 02 - As altas temperaturas registradas no Sudeste favoreceram o mercado da melancia. Embora a fruta tenha perdido valor no início da semana, em função de seu elevado volume, colaboradores do Hortifruti/Cepea afirmam que os preços reagiram a partir de quinta-feira. Esse cenário foi devido à forte demanda, ocasionada pelo clima firme – sendo que, em algumas cidades do interior paulista, a temperatura chegou a superar os 40°C.

Na média semanal (incluindo os maiores e menores valores), a melancia graúda (>12 kg) foi comercializada a R$ 0,56/kg em Uruana (GO), aumento de 6,4% em relação à semana a anterior, com máximas de R$ 0,80/kg. Vale ressaltar que, a partir da próxima semana, os primeiros volumes de melancia de Marília/Oscar Bressane (SP) devem ser ofertados, o que pode limitar grandes valorizações.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: calor, clima, colheita, cotação, demanda, GO, goiás, melancia, oferta, preço, safra, Uruana

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui