04/12/2020

MANGA/CEPEA: Após seis semanas consecutivas de queda, tommy tem alta no Vale

Preços, contudo, continuam abaixo dos custos

Por Felipe Spessotto, Deborah Tiemi Kubo e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MANGA/CEPEA: Após seis semanas consecutivas de queda, tommy tem alta no ValeVer fotos

Piracicaba, 04 - Nesta semana (30/11 a 04/12), os preços de manga reagiram no Vale do São Francisco (PE/BA), depois de um bom tempo de seguidas desvalorizações. A tommy, que vinha de seis semanas consecutivas de queda, teve expressiva alta de 47% nesta semana ante a passada, sendo vendida à média de R$ 0,46/kg. Quanto à palmer, foi comercializada a R$ 0,57/kg, alta de 11% na mesma comparação.

Apesar da recuperação, os preços das duas variedades continuam abaixo dos custos de produção; contudo, agentes acreditam em novas reações até o final do ano. A alta nos preços está atrelada à proximidade da finalização de colheita de tommy na região paulista de Monte Alto/Taquaritinga (onde os volumes são restritos) e também em Livramento de Nossa Senhora (BA). No caso da palmer, os preços podem ter maior dificuldade de reação, visto que a colheita nas praças paulistas está se intensificando.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, custo de produção, demanda, juazeiro, manga, oferta, palmer, Petrolina, preço, tommy, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui