21/01/2019

MAMÃO/CEPEA: Exportações encerram 2018 em alta

Perspectivas também são positivas para este ano

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Exportações encerram 2018 em altaVer fotos

Piracicaba, 21 – As exportações brasileiras de mamão cresceram em 2018. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), os resultados foram positivos em volume e, principalmente, em receita – enquanto os envios atingiram o total de 42,7 mil toneladas (superando em 9% o volume exportado em 2017), o ganho foi de US$ 50 milhões (alta de 21% na mesma comparação).

A demanda externa pelo mamão brasileiro, praticamente constante em todo o ano passado, foi o principal motivo deste aumento. O destaque, por sua vez, fica para a União Europeia, que continuou como principal compradora da fruta nacional, sendo responsável pela importação de cerca de 89% do volume comercializado pelo Brasil.

Para 2019, a expectativa de mamocultores é de que os envios sigam positivos para o setor, por conta das compras firmes por parte dos principais importadores do mamão brasileiro. Para o primeiro semestre, contudo, algumas restrições poderão ser observadas: o ano começou com baixa oferta de havaí e o formosa pode registrar menor volume entre fevereiro e março, devido ao período de  "pescoço". Estes fatores, portanto, podem afetar o volume exportado no início deste ano.

Fonte: hfbrasil.org.br e Secex

Tags: Cepea, exportação, formosa, havai, HF Brasil, mamão, receita, união europeia, volume

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui