31/07/2018

HORTIFRUTI/CEPEA: Como tornar as CSFI's do Brasil mais seguras?

Segurança não deve se restringir ao processo de registro de agroquímicos

Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Como tornar as CSFI's do Brasil mais seguras?Ver fotos

Piracicaba, 31 – Três desafios devem ser vencidos para tornar mais seguras as frutas e hortaliças e, em especial, as CSFI's, no Brasil:

1 – Ampliar a grade de registros de agroquímicos para os hortifrútis e, principalmente, de menor poder residual;

2 – Diminuir a burocracia e dar mais agilidade ao processo de registro de agroquímicos. Em especial, priorizar os produtos biológicos que na atual legislação enquadram-se no mesmo processo de registro dos agroquímicos;

3 – Ampliar a educação fitossanitária no campo e, sobretudo, das boas práticas agrícolas.

Os três desafios são factíveis de serem desenvolvidos e há, inclusive, regulação em curso para os dois primeiros. É importante, contudo, que a discussão da segurança dos alimentos não fique restrita ao processo de registro de agroquímicos.

O maior desafio parece ser a intensificação da educação fitossanitária nas lavouras. Isso porque o manejo correto do agroquímico no campo é o foco central para se ampliar a segurança dos alimentos, especialmente de culturas de menor escala e carentes em termos de assistência técnica, como as CSFI's.

O produtor tem que ter consciência da sua importância nesse processo, adotando todas as boas práticas agrícolas no manejo dos agroquímicos, como respeitar a dose, o período de carência, o clima ideal para a aplicação e o ciclo correto da cultura. O funcionário ou produtor rural que manejar o produto químico também deve estar devidamente munido de todos os equipamentos de segurança.

Além disso, o produtor deve manusear o agroquímico em área cimentada e o descarte deve ser feito de acordo com a legislação vigente, devolvendo as embalagens vazias. Essas são as medidas mais efetivas para se garantir tanto a saúde dos consumidores, dos próprios produtores e funcionários rurais, e também para evitar danos ao meio ambiente.

Para entender como tornar as CSFI's do Brasil mais seguras e quais as regulações vigentes no País, acesse o conteúdo completo na edição de julho da Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: CSFI's, educação fitossanitária, Hortifruti Brasil, manejo, registro de agroquímicos, segurança dos alimentos, segurança dos HF's

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui