31/12/2018

CITROS/CEPEA: Retrospectiva 2018

Como esteve a rentabilidade da cultura neste ano?

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Em parceria com
FMC
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Retrospectiva 2018Ver fotos

Piracicaba, 31 – Com a menor produção de laranjas em 2018/19, a necessidade de matéria-prima continuou elevada nas indústrias paulistas no decorrer de 2018. Contudo, apesar de positiva, a rentabilidade ao citricultor ainda deve ser limitada nesta temporada, devido à redução na produtividade.

No mercado in natura, os preços da laranja estiveram em bons patamares, superando os de 2016 em quase todos os meses (ano em que a produção do cinturão citrícola também foi baixa).

A lima ácida tahiti também registrou um período positivo, com preços firmes praticamente em todo o ano – no pico de safra, em fevereiro, as cotações foram sustentadas pelas exportações e pela boa demanda industrial.

Quer saber mais sobre o mercado de citros em 2018 e as perspectivas para 2019? Confira o Anuário 2018-19 da Revista Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Anuário 2018-2019, Cepea, citros, Hortifruti Brasil, laranja, lima ácida tahiti, mercado de citros, mercado de laranja, produção 2018/19 de laranja, rentabilidade aos citricultores, retrospectiva 2018

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui